quarta-feira, 10 de junho de 2015

O seu pensamento é gordo ou magro?


Já parou pra pensar que um dos motivos que não deixam  você emagrecer é porque pensa gordo? Pois é, e isto é sério, muito sério!

 Segundo a psiquiatra Judith S. Beck, autora do livro Pense Magro - A solução para os problemas de peso é aprender a pensar como uma pessoa magra. Pensando assim qualquer dieta poderá dar certo!

Me lembro que quando estava bem gordinha, acordava pensando no que iria almoçar e almoçava pensando no cardápio do jantar. Até na hora da caminhada diária pensava no lanche "saudável" quando chegasse em casa. 

Pensar gordo é um dos maiores sabotadores da dieta. Você pensa em comida o tempo todo e dai passa a comer não mais para se satisfazer, mas sim por impulso e ansiedade.  Podemos sim educar e disciplinar os nossos pensamentos, assim como nos disciplinamos para os exercícios físicos.
 Com disciplina e força de vontade, a psiquiatra afirma que é possível que em pouco tempo, você reaja de maneira diferente quando olhar para um alimento que não deveria comer. "Doutrinando seu cérebro, você alcançará a silhueta dos sonhos", declara.

Pense nisto, pense magro!!!

terça-feira, 9 de junho de 2015

Neutralizando a aparência...ou não!!





Apesar de estar sempre ligada às tendências, moda, grifes e etc, ossos do ofício, eu nunca fui uma mulher de seguir modinhas. O que hoje "está na moda", como por exemplo as blusas de moletom com uma skinny e um saltão, sempre usei e achei glamouroso. O mundo fashion é assim, o que ontem era estranho de se usar, hoje é moda e amanhã está ultrapassado.


Sempre me vesti de forma casual, as vezes até atingi o streetstyle, mesmo reconhecendo que tenho um estilo mais para o dramático. Agora, quando aboli quase que totalmente os saltos altíssimos (problemas seríssimos na coluna), me sinto uma verdadeira seguidora do Normcore.

O que é isto?

Muito bem, o Normcore, em linhas gerais, é uma maneira quase despretensiosa de se vestir, buscando mais o conforto e praticidade. Isto não quer dizer que seus seguidores não sigam tendências ou se abstem  de um artigo ou outro que esteja na moda. Claro que não, só não fazem disto um ritual de código de vestimenta. A coisa pegou tanto, que como no estilo normcore os saltos não tem vez, Dior e Chanel apostaram em tênis luxuosíssimos nos seus desfiles de alta costura. Além dos tênis, as slides, botinhas e birkenstock, também se transformaram estrelas. Aliás, botinhas sempre foram a minha paixão.


Resumindo, normcore é um estilo descomplicado de se vestir, é não se deixar influenciar por nenhuma tribo ou febre de modismo.

Então, rindo litros aqui, concluo que não seguir moda hoje é moda!!!

domingo, 7 de junho de 2015

Erros de maquiagem

Então, tá difícil!

 Ainda ontem vi uma foto de make de uma noiva que me chocou.  Coitada, o que era pra ser o dia mais feliz da sua vida, foi o mais feio no quesito Imagem da Noiva. Com esta onda de tutoriais e "cursinhos" online que estão se viralizando por ai, não são poucas as pessoas que estão se aventurando e arriscando tanto na profissão como  em fazer a própria maquiagem. Claro, muitos estão brilhando, mas o que estou vendo de Patatí Patatá, não é brincadeira. E o pior é que se fotografam e postam em redes sociais como se a "coisa" estivesse bonita de se ver.
De nada adianta comprar boas e caras maquiagens, isto não irá mudar o resultado de uma make mal feita. Até sugiro treinar bastante com as mais populares e baratinhas!
Vou colocar aqui, agora, alguns erros que podem ser evitados para que o mico seja menor. Ops!!


Muito bem, o principal erro começa na escolha da base, isto destrói todo o resto da maquiagem. Escolher bem a cor da base, é fundamental. Se errar, você pode ficar com cara de fantasminha, ou com um "bronzeado" pra lá de artificial.
Outro detalhe são as sobrancelhas. Se elas não estiverem bem cuidadas, o resultado dos olhos pode ser catastrófico. E por favor, nada de desenhá-las com o lápis pretão, isto não existe. A dica é sempre o lápis ou a sombra marrom!
O corretivo também tem sido um problema. O erro na escolha da cor, assim como o exagero na aplicação do produto, pode causar o efeito panda invertido. Portanto é importante testar a cor exata e também pesquisar a paleta de cores pra saber como camuflar as manchinhas e imperfeições como olheiras e acnes.


Tenho visto com bastante frequência o uso errado e exagerado do blush. Ele deve ser aplicado na diagonal e sem exageros. Não existe esta coisa de fazer movimentos circulares na hora da aplicação. Bom também é respeitar o formato do rosto.





Olhos, a janela da alma!!! Elas querem esfumar e não conseguem, querem ir na onda do smokey eye e a coisa fica danada de ruim. Fazer o olhão preto ainda é desafio para muitos maquiadores, então não se arrisque. O esfumado deve ser suave sem linhas muito marcadas. E aquela coisa de sombra chapadona também não fica bacana, principalmente quando a cor é do tipo nada a ver.

Então, a minha dica franca e sincera é: se você não sabe se maquiar e não quer pagar um profissional todas as vezes que vai sair, use batom e rímel, Kiridinha. Te garanto que irá arrasar sem pagar micão.

#Ficaadica

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Pagando mico

Então, pessoas, postei esse vídeo lá no facebook domingo e alguém me pediu pra postar aqui também.
Vai vendo o micão! 





video

Dulce Bravo: Amor ou dependência emocional?

Dulce Bravo: Amor ou dependência emocional?:  Somente quando amamos de verdade  é que podemos perceber a diferença entre o amor e a dependência emocional. E entre eles, é claro, ex...

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Amor ou dependência emocional?

 Somente quando amamos de verdade  é que podemos perceber a diferença entre o amor e a
dependência emocional. E entre eles, é claro, existe uma grande diferença. Pelo fato de ter casado muito cedo e sempre ter tido alguém para me ajudar nas decisões, primeiro os pais e irmãos, depois marido, fiquei meio que dependente emocionalmente.
 Quando veio a separação e quase ao mesmo tempo a morte do meu pai, foi como se o meu mundo tivesse caído, desmoronado. A primeira pergunta que me fiz foi: E agora, quem irá me ajudar nas decisões? Quem dormirá comigo? Conseguirei sobreviver sozinha? O dependente emocional tem medo de tudo. Medo da solidão e medo da liberdade. Medo de tomar decisões e de ter voz ativa, tornando-se assim um submisso.
Pois bem, com muito medo fui a luta. A primeira coisa que fiz foi mudar de casa, de bairro, mudar os móveis e o carro. Incrível como recorremos primeiro as mudanças externas. Ledo engano este nosso, estas mudanças só nos enche os olhos, o core continua da mesma forma, ou seja, pedindo socorro.

 Optei em ficar sozinha por um longo e bom tempo. Era necessário, naquele momento,  que eu soubesse e aprendesse a viver comigo mesma. Outro detalhe era sair do lugar de vítima, de coitadinha e abandonada e reconhecer o meu lugar e a minha força. Entender que o amor, verdadeiro amor, te completa, te faz crescer e acima de tudo te deixa livre. Amar é sentir prazer com a companhia do outro e não a necessidade da companhia do outro. E digo mais, não importa se você ocupa o lugar de dominado ou dominador, em qualquer dos casos você é, sim, um dependente emocional.

Dai minhas amigas, pergunto a vocês: isto ai que você sente é amor ou dependência emocional? Pense, reflita...Dependência é carência, carência é coisa de gente mal resolvida.
Ah, no começo do texto eu questionava a questão de dormir sozinha, pois é, dormir sozinha é ótEmo, acompanhada eu quero mais é ficar acordada, bem acordada.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

O Maravilhoso Mundo das Makes

Rebeca Bravo, maior cúmplice
Eu acho, não, tenho certeza que a maquiagem é um dos itens mais importantes na imagem da mulher. Não adianta um vestido deuso se não está maquiada lindamente, assim como estando maquiada lindamente pode arrasar com um jeans e uma regata básica. Sempre fui apaixonada pelas  makes e fiz alguns "cursinhos" de auto maquiagem. Mas de 2013 pra cá resolvi levar isto bem mais à sério e busquei cursos de maquiagem profissional. Conclusão: estou simplesmente apaixonada pelo mundo da maquiagem. E aqui vou deixar algumas dicas que fui aprendendo ao longo do tempo e que vocês devem saber,  se já não sabem!

1 - Detalhe importante: depositar a sombra aos pouquinhos até atingir o resultado desejado, afinal é mais fácil, neste caso, acrescentar do que diminuir;
2 - Nada de combinar cor de sombra com cor de roupa, fica cafonérrimo, a dica é: roupa muito colorida, sombra mais discreta, já a roupa discreta pede um olhão mais elaborado;
3 -  Use um bom primer para os olhos, sua sombra irá durar mais;
4 - Se você, assim como eu, é mais "madura", evite as sombras cremosas, elas formam umas linhas craqueladas nas pálpebras te fazendo parecer mais madurinha ainda;
5 - Para que o batom tenha na sua boca a mesma cor do mostruário, use corretivo ou base nos lábios, assim a cor dos lábios será anulada e o resultado é perfet, além de durar mais na sua boca;
6 - Percebi também que o pó facial envelhece a pele das mais maduras, faça uma boa cobertura com o primer, base e corretivo e o pó poderá ser dispensado. Se for pra usar, use bem pouquinho e o translúcido;
7 - Assim como a minha última instrutora de cursos, eu também não gosto do blush rosa, a não ser que você ainda não fez 20 aninhos. Não acho nada chique. Mas se for usar, please, use bem pouquinho e discretamente.
Muito bem lindezas, a medida que for desbravando O Maravilhoso Mundo das Makes, corro aqui e conto pra vocês.
 Beijos e queijos!!!